Violão internacional

Retrato do músico João Kouyoumdjian no Rio de Janeiro.

Aplaudido no Carnegie Hall, o paulista João Kouyoumdjian grava CD de músicas brasileiras

João Kouyoumdjian aprendeu a tocar violão em São José do Rio Preto, interior do estado de São Paulo, onde nasceu há 28 anos, com o professor Moreno Preto. Ao trocar o popular pelo clássico afinou seus estudos com Paulo Martelli.
O acorde seguinte foi desembarcar no aeroporto Kennedy, em Nova York. Entrar na Julliard School era o sonho máximo. A escola centenária notabilizou-se por alunos como o trompetista Miles Davis, que a cursou, sem se formar, aos dezoito anos; como o violoncelista Yo-Yo Ma; como o violinista Itzhak Perlman e outros.
Kouyoumdjian ganhou a vaga disputada com 39 candidatos em 2007. Em 2009 voltou ao Brasil para implementar o Projeto Guri Santa Marcelina na periferia de São Paulo e o Projeto Horizontes do Violão, em parceria com a Julliard. De volta aos Estados Unidos apresentou-se em concertos no Carnegie Hall e no Kennedy Center, em Nova York.
Após o terceiro de seus espetáculos no Carnegie Hall, denominado “Brazilian Guitar: Tradition and Tendencies”, em novembro de 2011, foi convidado pelo dono da Pomegranate Music, Raffi Meneshian a gravar, até 2015, dois CDs com repertório brasileiro e lançamento mundial. O primeiro deles, “Surfboard” está saindo agora do forno. Compõe-se de quinze faixas de violão solo, todas de autores brasileiros. A que dá título ao trabalho é de Tom Jobim.

Joao Kouyoumdjian Surfboard Cover
João Kouyoumdjian ‘Surfboard – Solo guitar works from Brazil’
CD à venda no iTunes, Amazon e em concertos promocionais
joaokouyoumdjian.com | pomegranatemusic.com

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>